"Cansei de ouvir que sou gatinho"

Aqui em Belo Horizonte, o sertanejo (chamado universitário) faz muito sucesso. São diversos os lugares que tem esses eventos: Observatório (que ultimamente se não tiver nome na porta, ou chegar BEM cedo, não consegue entrar), Alambique (nunca fui, e honestamente me recuso a ir), Chalezinho…

Ontem, pela primeira vez, fui no Sertanejo do Chalezinho. Não dei nada pela noite. Achei que iria ser mais uma daquelas que iria ficar ultra feliz se alguma amiga falasse “vamos embora”. Chegamos cedo, não tinha quase ninguém… Tatá e eu fizemos uma horinha antes de entrar até que inevitavelmente fomos enfrentar o sertanejo.

Por um bom tempo nos divertimos com a atualização das fofocas, as meninas dando aquela olhada para ver se havia algum gatchenho. E digo que haviam. Vários! Incontáveis. Muitos acompanhados, mas não deixam de serem lindos. Alguns lugares de BH tem essa vantagem. Reunem milhões de homens lindos, e você se pergunta onde é que eles se escondiam?

Então, estávamos lá, nos divertindo quando um cara, lindo, vem em minha direção. Para na minha frente, me encara e então o reconheço. Era meu colega de estágio em um dos escritórios que trabalhei. Puts, maravilhoso. Assim que o reconheci, ele me abraçou e falamos um pouco do que nos aconteceu nos ultimos tempos, desde a última vez que nos vimos. Ele nos chamou para ficar em sua mesa. Obviamente fizemos aquele famoso doce, demoramos um bucado, mas acabamos aparecendo lá.

Éramos as meninas mais bem “acompanhadas” do local. Sério. Todas as mulheres olhavam para nós, e sentiam aquela inveja branca, do estilo ai como queria ser uma delas. O Luís (o meu amigo lindo) me abraçava, oferecia bebida, dançava, me rodopiava, cantava com o rostinho colado ao meu! Ui! Comentei com as meninas que ia dar uma volta, já que estava sentindo que meio que “embassava” os meninos, e saimos. Ah sim, o Luís nos apresentou um amigo, paulista, que estava em BH para ajudá-lo já que tinha acabado de terminar um namoro de 3 anos e bucado. Uma graça o “Huck”. Mas ai o Huck pediu para que ficássemos.

Nunca me diverti tanto com os meninos. Numa noite que eu não dava nada, se transfomou numa das noites que eu mais me diverti nos últimos tempos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s