De volta aos anos 90

Numa ida a uma lojas de balas na Savassi, me deparei com minha infancia!!! Hmmmm

E para apreciar a foto…

Anúncios

O que me faz feliz…

Depois de um post desabafo como o de ontem, hoje coloco uma coisa simples, que me enche de alegria a cada vez que ganho uma.
Quem não gosta de receber cartas?? Hein hein!?

Saber ser feliz

Sabe aquela velha estória de não saber ser amada, acho que existe um tipinho por ai pior: a que não sabe ser feliz. Aquele tipo de pessoa que gosta que todos sejam infeliz, gosta de causar desprazer, causar aquela sensação de desconforto a todos ao redor.
Tem gente que tem dificuldade em ser feliz frente a felicidade alheia. Tem gente que não se contenta com a felicidade. Provavelmente acham que não são felizes, e a insistente procura por ela os fazem infelizes, ainda que esteja ali, na ponta do nariz, uma razão para sorrir e ser feliz.
O que leva as pessoas fazer terror? Não digo terror como em terrorismo, bombas, e ataques, mas terror psicológico. Ameaçar alguém próximo que irá deixá-los, que é imprestável, fazer a cabeça de outras pessoas que também infernizam a pobre coitada.
Pior que mau amada, é a infeliz!

Filme: A Vida Secreta das Abelhas

Sabe quando você está zapeando a tv e vê algum ator/atriz, melhor dizendo, artista que você gosta. Você pára para nesse canal para ver o que se trata e se for algo do seu interesse, continua. Foi isso que aconteceu comigo outro dia.

Zapeei um bucado até parar o Telecine Pipoca com a imagem da Dakota Fanning (acho que reparei nela quando ela fez aquele filme com a Brittany Murphy – Grande Menina, Pequena Mulher). Achei curioso o fato dela ter crescido, afinal sempre relaciono a imagem dela a quando era criança. Decidi assistir, ainda que dublado, o filme.

Se você está ai pensando que o título do filme não deve ter nada a ver com a história (como normalmente acontece com os nomes traduzidos dos filmes), enganou-se. O filme tem abelha, fala-se sobre a vida das abelhas! Wow! rs.

Dakota vive Lily, cujo pai é agressivo e rude, e a mãe já falecera. Lily foge com Rosaleen, sua tutora. Ela acaba na casa de August e suas irmãs (August, June e May – sim são os meses em inglês. No filme explica que a mãe das mulheres gostava muito do verão, por isso colocou o nome das filhas com os meses do verão – do hemisfério norte) que criam abelhas e vendem o mel. No desenrolar do filme, Lily descobre coisas sobre sua mãe. Obviamente o filme é muito mais que isso, mas não quero contar, nem dizer quem morre no final, porque acho maldade contar filme. Mas coloquei aqui o trailer do filme! Muito bom!

1 dunga, 11 sonecas e 190 milhões de zangados

O sonho do hexa acabou, por hora. Na televisão mostrou diversas pessoas, com caras pintadas, perucas, vuvuzelas à tira-colo, cornetas ensurdecedoras, chorando, desapontadas. Sei que muitas pessoas realmente levam a sério essa questão de copa do mundo, afinal, como diz minha amiga Raquel “Pô tô triste! Copa do Mundo é só de quatro em quatro anos”.
Pelas redes sociais que participo, demonstrações de tristeza frente à eliminação da seleção canarinho bombavam… Coisas do tipo

Muitas pessoas viam o avançar da seleção na competição como motivo para faltar ao trabalho, motivo para fazer um churrasco em plena terça feira… Hexa? Ah! Contanto que chegue à final, não faz diferença!

Vodka + Skittles

Há um bocado de tempo, na primeira vez que eu fui pra Inglaterra (final de 2006), fui com o M. numa festa de aniversário, do amido dele, J. J. é uma pessoa maravilhosa, você percebe que é amiga mesmo sabe?! Inclusive, M. será usher dele.
Enfim, J. estava dando uma festa em sua e casa e no meio daquele tanto de garrafas, copos e pessoas bêbadas um tanto de garrafinhas, com cores fortes, vibrantes, com cara daqueles sucos de framboesa, bem fluorescente, sabe?!
Adivinha o que era? SKITTLES COM VODKA! Sim, sim. Aquelas balinhas que de tanto que agente come chagam a enjoar, mas que não resistimos.
Como ainda não fiz aqui (me lembrei dessa bebidinha hoje, por algum motivo), fiz um how to do it, mas quando tiver oportunidade, farei e colocarei as fotos aqui! Prometo!
A receita que eu achei foi a seguinte:
1 garrafa de vodka (não use as mais baratas, estilo Natasha, mas não precisa usar a mais cara também)
– 5 garrafas de 250 ml (para colocar o “produto final”)
– 500g de Skittles
– 5 garrafinhas de água vazias
– 5 potinhos, para separar os Skittles por cor
– Coador de café ou papel toalha
Para começar, separe os Skittles por cor/sabor (fig. 01). Coloque nas garrafinhas de água cerca de 180 ml de vodka (não precisa ser certinho, mas coloque mais ou menos essa quantidade) (fig. 02). Coloque os Skittles dentro da garrafa de água com vodka (fig. 03). Shake it shake it shake it… Chacoalhe a garrafinha (fig. 04). Deixe as garrafinhas da noite para o dia para que os Skittles se dissolvam (fig. 05).
Coloque o papel toalha ou coador de café no funil e derrame o conteúdo das garrafinhas para tirar uma gosminha branca que fica (fig. 06). Passe pelo coador novamente se você achar que ainda está meio grosso (fig. 07). Essa é a gosminha!! Eca! (fig. 08). Coloque a vodka com skittles nas garrafas (fig. 09). Coloque no freezer (ideal por várias horas) e pronto!