20 anos…



Quase nunca falo de minha família. Sei lá porquê. Acho que preferi assim para limitar meus assuntos aqui e não transformar o blog num samba do crioulo doido. Mas hoje é especial.

Tem um homem na minha vida que é ultra importante. Alto, grandão, cheiroso, cheio de alegria. Filho único de uma senhora, que hoje vive com ele, e muito muitíssimo amado.

Mr. M não tem ciúmes, também pudera. Não seria nada sem esse homem.

O único porém é que há exatamente 20 anos eu não o vejo. Seu rosto já não é lembrado por mim, só o rosto. 20 anos! Cara é muito tempo. Passei por quase todas as etapas da minha vida sem poder abraça-lo, beijá-lo, sentir seu cheiro que jamais saiu das minhas lembranças.

O nome desse homem é Luiz Tarcísio, meu pai. Em 11 de janeiro de 1991, 11 dias antes dos meus 5 anos, o Cara lá de cima achou que a missão do meu pai já fora cumprida, e levou-o para perto Dele.

20 anos! Isso é uma vida! E mesmo com o passar dos anos ainda dói muito pensar que ele se foi. Ai pai! Que falta o senhor me faz! Daria tudo para poder te ter ao meu lado!!

20 anos…

 

Engraçado porque, apesar de não lembrar de sua fisionomia lembro de fatos. Tinha uns três anos de idade. Meu pai era piloto de avião e volta e meia chegava tarde. Um dia sei que amanheci na sala de visitas, deitada no sofá. Meu pai, no outro. Sabe-se Deus o porquê, ele deve ter chegado em casa, ido na minha cama, me carregado e ficado lá comigo. Tocando órgão (piano) até se cansar.

Paizinho, como sinto sua falta!

Papai, eu (o bebe expichado, e meu irmao gemeo)


Anúncios

8 pensamentos sobre “20 anos…

  1. Hey!

    Tô aqui no Brasil de férias ainda, mas queria te mandar um recado depois do post tão lindo! Eu também perdi meu pai com 7 anos, em 93 e ler o que você escreveu me faz pensar igualzinho o que eu penso do meu pai. Uma saudades imeeeensa, mesmo depois de tanto, tanto tempo. E eu lembro mais de fatos também, como ele me “obrigava” a dar beijo quando ele chegava do trabalho, como ele era mto mto alto, a sensação da barba, ou o dia que ele me levou no trabalho dele e passei o dia por lá.

    Enfim, já se vão 18 anos também e né, não tem muito o que dizer. só o que vc disse mesmo: aiiiii que saudades e que vontade de conviver com você, de ter por perto…. 🙂

  2. Ai que tudo, guria!
    Que linda essa homenagem… e que especial ler vc escrever com esse carinho. Coisas de viver e aprender. Tás andando muito com o velho John, heim?

    1) irmão gêmeo? Bota uma foto atual, vai!
    2) pai bonitão heim? =D

    • Meu pai era lindao! Imagina entrar num avião e dar de cara com um piloto desses!!!! Sem contar q ele era a melhor pessoa do mundo!

      Vo procurar aqui fotos do meu irmão, mas acho q no laptop aqui não tem :/

  3. Caraca!! Emocionou! O bonitão deve ter um orgulho danado da mulher bacana que a filhotinha dele virou.

    Meu velho tb se foi, há bem menos tempo que o seu… eu sei bem como é a dor.

    bjoca e paz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s