Visto – Estudante

Informações nunca antes vistas aqui no NPC. Visto.

Acredito que a maioria que chega aqui após uma pesquisa no google, acaba caindo aqui por conta de informações de como obter vistos para Inglaterra. Então este será o primeiro dos diversos posts sobre visto.

O visto de estudante é o visto que é mais usado para a imigração ilegal. Bastava se matricular em um curso de línguas, por exemplo, receber a carta convite, arrumar acomodação e pronto. Era o suficiente.

Obviamente que o Home Office não iria deixar barato.

A partir de Abril de 2012 todas as instituições de ensino que quiserem receber estudantes internacionais terão que ser classificados como “highly trusted sponsors” (tradução livre – patrocinadores de máxima confiança). Além de instituições de confiança, o aluno de cursos superiores devem ser fluentes em inglês. Estudantes podem ser barrados na Imigração (ao desembarcar do avião) se os alunos não conseguirem se comunicar sem um tradutor ou se não demonstrarem preencher os requisitos quanto à fluência da língua.

O visto de estudante para adultos (acima de 16 anos) é o Tier 4 (general). É necessário a comprovação de renda que segue a seguinte regra.

– Nove meses ou menos: deve-se cobrir todas as taxas do curso e comprovar 800 libras para cada mês de curso (se você ficar na região de Londres) e 600 libras (se ficar fora de Londres).

-Mais de nove meses: deve-se cobrir um ano de taxas do curso e comprovas £7.200 para cobrir custos de moradia (se em Londres), £5.400 (se fora de Londres).

A taxa para o visto é de 220 libras se você estiver fora do Reino Unido. Adicional de 220 para cada dependente (filhos menores e conjuge).

O site para maiores informações é http://www.homeoffice.gov.uk/passports-and-immigration/

Peço àqueles que pensam em ir para a Inglaterra e por lá ficarem ilegalmente que vá a p*** que * ***** à merda. Sim, xingo! Grito! Esperneio quando o assunto é esse. Vocês que fraudam o sistema de imigração são a pain in the arse! Egoístas. Fazem com que o processo imigratório para as pessoas que tentam ficar lá legais muito mais difíceis. Fazem com que se crie uma fama péssima para seus compatriotas.

Vou contar um caso. Em Junho de 2007, tinha ido à Itália para visitar uns amigos da minha família, e voltava para o Brasil 3 semanas depois da minha volta de lá. Ao chegar na Imigração, os agentes acharam que eu era MAIS UMA que saia do país e entrava novamente para que o visto de turista fosse extendido.

Como uma tragédia só não é suficiente, o sistema deles, onde estão cadastrados o povo deu pau. Fui levada para a sala da deportação, onde se bebe 50 ml de água por vez, e se serve sanduíche de pepino e maionese. Estava desesperada pois achava que seria deportada. Lá dentro, tinha uma brasileira, que teve a entrada negada. Ela alegava que tinha alugado a casa dela por 3 meses, por causa do Pan Americano que ocorreu no Rio, e que estava indo encontrar com o marido dela! Aham, senta lá Cláudia. Perguntei à bela donzela se ela já tinha avisado ao marido que ela seria deportada e ela falou que não. Estava apenas 1 hora retida lá e já tinha ligado umas centenas de vezes para Mr.M. , e não entendi o porque de ela não ter falado nada com o marido dela. Perguntei então se ela conhecia o marido dela. Ela respondeu não.

Juro, fiquei tão brava, mas tão brava, que me virei, e comecei a assistir televisão, sem áudio.

Então, pessoas que pensam em imigrar ilegalmente. TOMETE CRU!

 

Anúncios

10 pensamentos sobre “Visto – Estudante

  1. “Vim encontrar meu marido… mas não o conheço”
    ORGULHO DA MAMÃE deve ser essa, não??

    Eu fico puta com as ilegais, principalmente com as putas mesmo.

    Eu aqui, toda bonitinha, fazendo tudo corretamente – estudando, mantendo meus gastos, pagando as contas em dia… e até pra casar tá difícil. Ficam negando documento. Aí penso: e essas mulambeiras desdentadas que vendem a perereca, não aprendem a língua local e casam COMO por conveniência? COMO?

    grrr, vamo pegá a tigrada na saída!!!

  2. Eu achei super romântica a história da mulher casada com um homem que ela não conhece. hahhaha
    Mas dá muita raiva mesmo. Cada vez que eu passo por aquela humilhação de tentar entrar legalmente num país europeu com meu passaporte verdinho (o meu ainda é o verdinho) eu amaldiçoo todos os ilegais.
    Bjs

  3. Este povo tem q tomar sentado mesmo. Quando comecei a estudar fui tratada como figura exótica. Eu me sentia uma índia pelada porque os coordenadores do meu curso nunca tinham visto um “bicho brasileiro” passar na escola deles. Na cabecinha deles brasileira só vem pra cá pra casar com alemão by ponte-aérea salvador-FF. Affff. Tenho dito
    bjim

  4. Pingback: Visto – Estudante « Não Penteio Cabelo | ZiiPe

  5. Pingback: A terra do SPAM « Brunalemanha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s