Eu gosto de F.A.

Há pouco mais de um ano, conheci um bando de meninos. Todos tinham uma paixão e praticavam  um esporte diferente: Futebol Americano. Foi numa época que Mr. M e eu não estávamos juntos (terminamos por quase 9 meses e voltamos), e para mim foi ótimo ter conhecido aqueles brutamontes (uns nem tão brutamontes assim), que me acolheram e me trataram com tanto carinho.

Não passou muito e me vi assistindo um jogo deles. Aquela confusão, aquele barulho de pad com pad (Pad é o equipamento de proteção do tórax), aquela pancadaria desenfreada. Naquele jogo eles foram Campeões Mineiros.

A amizade maior com algum deles me transformou numa torcedora efusiva dos jogos. Tentei aprender mais regras, mais jogadas, o esquema do jogo. Tá, ainda não sou uma expert, mas não faço feio (conforme um dos jogadores do qual não lembro o nome me falou quando eu disse que helmet to helmet não era válido mesmo que o jogador estivesse com posse da bola e em movimento – há! Sei demais).

O time, Minas Locomotiva, virou meu segundo time do coração. Galo e Locomotiva. Enquanto eu domino as regras do futebol (sei explicar como ninguém o que é um escanteio e porque ninguém manda a bola pro cara de preto no futebol), aos poucos vou aprendendo as regras do Futebol  Americano. Juro que me esforço. Sei que não tem goleiro, sei o que é um false start, sei o que é um field goal, um touch down, um extra point. Mas ainda falta muito para se aprender.

Esse final de semana fui assistir um amistoso dos meninos do Minas Locomotiva contra o Tubarões do Serrado. Jogo tenso. O Locomotiva nunca tinha ganhado deles. A torcida compareceu em peso. Olhei para dois garotos na torcida e vi um segurando um D, o ourto um #. Pensei, pensei, pensei… E finalmente descobri o sentido. D = de, # = fence. DEFENSE!

O Locomotiva começou ganhando. Fez TD e marcou extra point. Mas os Tubarões viraram e ai foi só emoção. Empatamos e viramos. Vitória histórica, e eu, apesar do frio, pé quente.

http://www.minaslocomotiva.com.br

Atualizando Projeto To Emagrecendo: 12 cm de circunferencia abdominal. 9.4 kg a menos na balanca! 3 semanas sem ingestao de alcóol!

Anúncios

Namorado gringo

Dia dos namorados chegando né?! Quem tá com o namorado por perto bom e quem não tá o sistema postal (e sites que vendem flores) tão aí prá isso, porque te falar uma coisa, dia dos namorados sem flor (mesmo eu que não gosto muito de flores) não é dia dos namorados. Se bem que eu meio que mudei meu conceito quanto a isso porque Mr. M não é lá uma pessoa que manda flores (aí ele vai e prá eu pagar língua manda um ultra bouquet de rosas vermelhas gregas né?!)

Então, estou escrevendo este post porque a Karine, do Ká.entre.nós, postou no twitter (me segue) um link de um post dela falando sobre relacionamentos com gringos, e resolvi contar (e adicionar) a minha versão.

NAMORADO INGLÊS by Ms. Cherry

1-      Afeto Público: Se você está esperando seu novo namorado inglês te agarrar e te dar aqueles beijos que splish plash todo mundo olhou e com água na boca muita gente ficou yeh yeh não espere. Não é porque eles são frios, eles são reservados. Com o tempo você se acostuma e começa a ficar irritada com os casais que se pegam horrores quando saem com os amigos.

2-      Amiga é amiga, namorada é namorada: Na maioria das vezes, por não ter essa coisa de sair ficando com azamiga, as meninas que rodeiam, ligam, chamam pra ir no cinema, realmente são amigas. Por mais estranho que possa ser, por mais ciúmes que você tenha, azamiga dele são (90% dos caso) só amigas. Lá existe essa coisa de homem e mulher podem ser amigos.

3-      Cama de Casal: Muitos ingleses vivem com os pais até poderem comprar um apê, uma casa, e hoje em dia tem ficado cada vez mais complicado conseguir o first morgage. Então, é comum os pais liberarem geral. Namorado pode dormir, viver, passar pra só tomar banho, na casa dos pais da namorado tranquilamente, sem ninguém achar esquisito (só não conte prá vó).

4-      Sogras: Quem foi que contou que sogra é bicho ruim? Não conheço um só caso de genro e/ou nora que não tem um carinho enorme (e verdadeiro) pela sogra.

5-      Aprender português: Não é porque você sabe o idioma dele que ele tem que saber o seu. Imaginem como seria chato você tentar ensinar o seu namorado/marido um idioma que ele não tem a menor noção de onde começa e onde termina. A conversa não flui, você fica de saco cheio. Então, a não ser que você estipule uma hora, de tal hora a tal hora agente brinca de falar português, você vai inserindo palavras no cotidiano até ele ficar fluente. Mr. M, por exemplo, sabe como ninguém o que “ECA, MELECA” significa!

6-      Forrózin maroto: Você vai querer ouvir suas músicas brasileiras e ele vai achar um saco. Não que eu goste de um forrózin maroto, mas foi a única coisa que eu lembrei que Mr. M tem pavor.

7-      Arroz e feijão: A sua alimentação, 90% de certeza, vai ser bem diferente da dele. Prá começar, ele não almoça. Ele come sanduíche. Ele não lancha. Ele janta. Então, se você quiser cozinhar e agradar aos paladares de ambos, deverão conversar muito. MUITO.

Mais da família real

Muito se tem falado na família real ultimamente. Começando pelo casamento do Willian (informação inútil do dia: Willian em português é Guilherme) e Kate, e agora a visita da Rainha Elizabeth II à Irlanda.

Para aqueles que mataram às aulas de Geografia, ou dormiram exatamente durante esta explicação, vou dar uma revisada geral sobre a separação da hoje chamada República da Irlanda do Reino Unido.

Desde 1801 a Ilha da Irlanda, em sua totalidade, fazia parte do Reino Unido. Em 1919, a maioria dos parlamentares eleitos, do partido Sinn Fein, partido político representante do separatismo irlandês e do Exército Republicano Irlandês (IRA), se recusaram a tomar seus lugares na Câmara dos Comuns, no Reino Unido, resolvendo, assim, criar o Parlamento Irlandês e proclamaram a República da Irlanda, que a priori fora somente aceita pela Rússia.

Houve uma luta armada o que obrigou ao Reino Unido uma consulta popular (famoso referendum) sobre a independência. As provincías do Sul, de maioria católica e origem irlandesa, votaram a favor da separação do Reino Unido, enquanto as províncias do Norte, de maioria protestante e origem inglesa votaram contra.

Em 1921, foi assinado o tratado o qual transformava o Estado independente. O Reino Unido somente reconheceu a independência da República da Irlanda somente em 1949.

Então, voltando aos dias atuais, a Rainha Elizabeth visitou a Irlanda, a primeira visita de um monarca do Reino Unido, desde a separação. A Rainha depositou uma coroa de flores no Jardim da Lembrança, memorial dedicado aos que morreram pela independência do país.

Apesar do significado que esta visita tem no sentido de selar (ou tentar) selar a paz entre os dois “países”, fora encontrado uma bomba caseira e o estado de alerta tanto da Irlanda como da Inglaterra estão no máximo.

Pouquinho de Adrenalina

–          Alo, gostaria de falar com Norberto.

–          Este telefone não é mais dele.

–          Quem está falando? É a filha dele?

–          Não, meu Senhor, eu não o conheço!

–          Sei que você tem relação com ele. Já estou avisando, vou lhes buscar no inferno se for preciso!

Tu tu tu

–          Alo, cadê o Norberto?

–          Este telefone não é mais dele.

–          Como não?

–          Eu fui à TIM, fiz um contrato e escolhi um número. O número, infelizmente era do Norberto, e ele, aparentemente não avisou a ninguém que mudou de número.

–          Ah, se você descobrir o telefone dele, me dá um toque?

–          Claro, vou anotar junto às outras pessoas que estão atrás dele.

–          Muito gentil de sua parte, desculpe o transtorno.

–          Que nada.

Tu tu tu

–          Alo?

–          FILHO DUMA P***, cadê meu dinheiro?

–          Oi?

–          Não é o telefone do Norberto?

–          Não, este telefone não é mais…

–          Olha, quero nem saber, quero meu dinheiro! Vou te achar, e você, se preciso, vai pagar o pato!

–          Meu Senhor, não tenho nada a ver com ele. Nem o conh…

–          Fod*-se! Você está com o telefone dele!!! Alguém vai ter que me pagar!!!!

tu tu tu

E assim tem sido minhas manhãs, tardes e noites.

A TIM não pode fazer nada. Se trocar o número, tenho que pagar uma multa, taxa, o escambal!

Já foi feito o B.O., mas as ligações continuam!

Eh laiá!

N.A. Tá phueda acessar a net de casa, já que a obra ainda nao terminou! Já se foram quase 9 kg (tá ai Bruna, coloquei os quilogramas prá incentivar), e estou ficando GATA! Consegui comprar duas moedas comemorativas do casamento real! Sou brega e adoro isso! No mais, é isso ae!

Resumo da Semana

Graças a Deus o casamento real passou, agora podemos voltar a nossa realidade.

Realidade essa que me agrada mais do que a vida da nova Princesa Duquesa de Cambridge. Já pensou não poder tomar sol na laje, usar calcinha velha, usar aquele camisão do namorado que vai até o joelho e que cabem duas de você dentro? Isso não é vida! Mas ela estava linda!

Na minha realidade, enquanto na Zoropa o sol volta a brilhar, as flores voltam a florir, aqui começa a fazer friozinho. O endredon já voltou a ser necessário nas noites de Belo Horizonte, o casaquinho é essencial nas manhãs. Adoro este tipo de clima!

Páscoa passou como se fosse um dia comum. A única lembrança do bom e velho coelhinho da Páscoa foi a vinda da Gabriela pois o coelhinho passou aqui e fez uma confusão. Eu precisava da companhia dela para achá-lo. Bendito coelhinho! Saiu pela janela enquanto Gabriela procurava por ele dentro do armário!

Em resumo, minha vidinha tá bem parada sabe. Tenho corrido muito atrás do visto, de influências que possam me contratar lá, mas parece que nada será fácil!

O regime está indo de vento em popa! Já se foram 7 cm de cinturinha de pilão, e a calça djeans que eu comprei há dois anos, apertadinha, que deixava os gurdurinha prá fora, já está folgada. Ou seja, estou melhor que há dois anos! Viva (se Ernani vier falar de cerveja, churrasco e coisas engordativas ganhará um post dedicado à falta de cavalherismo E camaradagem, tá avisado – imagine um dedo apontado pro nariz do meu amigo madrugador). Estou feliz, e mais confiante. Ainda faltam uns centímetros a serem esculpidos (porque fala sério, depois disso tudo, tão é esculpindo uma deusa no meu corpitcho) – gente eu tenho que me glorificar, porque eu estou ultra feliz.

Essas próximas duas semanas serão bem especiais. Uma amigona (outra) irá se casar, e sabe como é, temos que estar mais lendas e goxtosas que nunca. Vou contar um caso rápido sobre o casório dela. Fui na loja X (propaganda aqui só com dinheiro no meu bolso beibe), e pedi a lista de Renata e Lucas do dia 14. A senhora vendedora me entregou a lista, mas achei esquisito porque, os noivos são um casal, assim, de um poder aquisitivo maior e tal, e na lista não constava nenhum ítem com mais de R$1000,00. Não fiquei confiante, não levei o que eu separei e voltei para casa. Mandei uma mensagem pra minha amiga perguntando onde estava a lista, e ela confirmou que era na loja X. Ela me falou para entrar na internet que dava pra comprar e passou o número da lista.

Fui no site da loja e digitei o código. Acreditem. A vendedora me passou a lista errada!!! Ia comprar presente pra noiva errada!

Bom. É isso.

Amanhã irei contar um drama que tenho vivido (drama de verdade, com direito a Boletim de Ocorrência e constragimento ilegal e ameaça). Senão vocês não vão comentar em post nenhum!

Bom primeiro de maio pra quem trabalha, e pra que não trabalha, meus pêsames porque esse feriadinho precioso caiu no domingo!