18 weeks

São 18 semanas que me separam do meu mais novo objetivo. Alguns poucos sabem, outros nunca pensaram que seria capaz de tal desafio.

Percebi, que tudo na nossa vida precisar ter um planejamento, um objetivo, um propósito. Até mesmo a academia! Mesmo que seja aumentar o peso do leg press em 20 kg até o final do mês, ou tentar ultrapassar a contagem de caloria da esteira vizinha em menos tempo (a pessoa por exemplo esta a 10 minutos, e no visor de calorias mostra 38 cal. Você acaba de entrar na maquina e decide que ira correr mais que ele só pra passar e se passar ainda olha com ar de desdém – eu sei sou uma pessoa triste, hahahahahah).

Havia tempos que vivia por viver. Piloto automático. De segunda a sexta pegar o carro e ir pro Escritorio, cumprir os prazos, voltar pra casa, fazer academia. Tudo certinho, sem espaço para mais nada! Estava completamente entediada com a vida que estava levando.

Me rematriculei na academia que freqüentava desde os 14 anos. Ao subir na esteira, um professor que me conhece há anos veio me cumprimentar ( e cobrar por ter sumido) e foi quando me deu um estalo. Sim! Pufff é isso!!! Um objetivo que mudaria meu estilo de vida. É… Era isso que eu estava precisando…

Essa que vos fala participará da meia maratona do Rio!

Anúncios

Cavaleiro do Céu, Ogum!

São Jorge, Ogum, Sigurd..

Ele deve ser uma das figuras folclóricas mais aclamadas por religiões ao redor do mundo. Muitas vezes o vemos em seu cavalo branco, com uma espada em punho, matando o dragão, outras vezes conseguimos, nitidamente, vê-lo nas sombras da lua.

Quem era São Jorge?

Segundo tradição, São Jorge nasceu na região da Capadócia, Turquia. Ainda criança mudou-se para a Palestina. Em sua adolescência, entrou para a carreira de armas, para assim satisfazer sua natureza combativa. Foi promovido a capitão do exército romano devido sua dedicação e habilidade.

 Não era de família pobre, pelo contrário. Com a morte de sua mãe, pegou parte da fortuna e se dirigiu para a corte do Imperador. Ao perceber a crueldade que eram tratados os cristãos, distribuiu toda sua riqueza aos pobres.

Era fiel defensor dos cristãos. Em afronte ao Imperador, que defendia a morte de todos os cristãos, ele se levantou e afirmou que os romanos deveriam se converter ao cristianismo.

Indagado por um cônsul sobre a origem daquele afronte, Jorge informou que  ela vinha da Verdade. “A Verdade é meu Senhor Jesus Cristo, a quem vós perseguis, e eu sou servo de meu redentor Jesus Cristo, e Nele confiando me pus no meio de vós para dar testemunho da Verdade”.

O Imperador tentou fazê-lo desistir do cristianismo por diversas vezes e a cada recusa, torturava Jorge, e ainda assim, Jorge reafirmava sua fé. O martírio que passava Jorge tomou notoriedade, e fez com que Jorge ganhasse diversos defensores, inclusive a mulher do Imperador, que se converteu ao cristianismo. Em 23 de abril de 303, diante da falta de êxito em suas tentativas de fazer com que Jorge desistisse de sua fé, o Imperador mandou degolá-lo.

A imensa devoção a São Jorge começou antes mesmo de sua morte, e após ela aumentou ainda mais. O Imperador Constantino mandou erguer um enorme oratório aberto aos fiéis. Ao longo dos anos, Constantinopla contava com pelo menos cinco igrejas dedicadas a São Jorge, no Egito haviam quatro igrejas e quarenta conventos.

São Jorge (Saint George) na Inglaterra

Mesmo que hoje em dia o Santo não tenha tanta importância na terra da Rainha quanto tinha a alguns anos, São Jorge ainda é a figura religiosa mais relacionada ao país. Mr M, por exemplo, indagou de onde vinha essa fé em São Jorge, principalmente nas pessoas do Rio de Janeiro. Para ele, São Jorge era uma figura inglesa. Mero engano, dear M.

Não se sabe ao certo como ele se tornou padroeiro da Inglaterra. São Jorge já era conhecido nas ilhas britânicas antes da conquista normanda.  Acredita-se que, no período das cruzadas, os soldados que retornavam influenciaram na disseminação de sua popularidade. Acredita-se também que o Santo foi escolhido padroeiro da Inglaterra, quando, em 1348, o Rei Eduardo III (Edward III) fundou a Ordem dos Cavaleiros de São Jorge. De acordo com a história, foi o Rei Artur (King Arthur) que, no século VI, colocou a imagem de São Jorge em suas bandeiras.

Hoje em dia, apesar de no passado, o dia de São Jorge ser o feriado nacional mais importante, ele não é mais comemorado. Em pesquisa popular, a BBC perguntou qual deveria ser o santo nacional. São Pedro ganhou, recomendação que desde 1893, perdura até hoje. São Jorge chegou a ser rebaixao a santo menor de terceira categoria, de acordo com hierarquia católica, e seu culto era opcional. Em 2000, o Papa João Paulo II deu nova relevância a ele.

Infelizmente vemos hoje, St. Patrick’s day ser mais comemorado do que o dia de São Jorge.

São Jorge no Brasil

Acredita-se que o culto a São Jorge chegou ao Brasil graças a Portugal. Óbvio para mim. São Jorge teria aparecido em Portugal em 1147, com a ajuda dos ingleses. No reinado de Dom Afonso VI “São Jorge!” como grito de batalha, virou regra. Com Dom João I de Portugal, São Jorge virou padroeiro de Portugal. Em seu reinado, sua imagem, aquela do santo em cima do cavalo, fosse transportada na procissão de Corpus Christi. Séculos mais tarde, chegaria ao Brasil.

No Brasil, mais uma vez, os brasileiros conseguiram inovar. Associaram São Jorge à Lua. Essa associação tem forte influência africana. Na religião da umbanda, o santo é associado a Ogum (quem conhece as músicas do Zeca Pagodinho já sabia disso néam). A tradição diz que as manchas na lua representam o santo, seu cavalo e sua espada, pronto para defender quem buscar sua ajuda.

SALVE JORGE!

Hoje é dia de Lulu, bebê!

Há alguns anos, quando, pela primeira vez, atravessei o Atlântico, não esperava sentir falta de coisas que eu senti. Não esperava comer arroz puro, por simples saudades daquele arroz feito pela Rosa (já que minha mãe não cozinha), ou ouvir forró pelas ruas, ou mesmo ouvir o rádio e entender tudo que se fala, e não apenas algumas palavras e rir junto com os outros de piadas que não entendia.

Sentia falta ouvir música brasileira. Daquela que nos faz parar e pensar na praia, sol, cerveja e futvolei. E olha que sou de Belorizonte, onde obviamente, não há praia e futvolei. Foi ai que Lulu Santos entrou no meu ipod. Já ouvia sua música desde os primórdios tempos que Malhação tinha como tema uma de suas músicas, André Marques não era apresentador do Video Show, e sim o Mocotó, e Malhação era uma academia e não um colégio.

Lulu Santos entrou na minha vida para me fazer companhia. Nos momentos que ficava sozinha em casa, esperando Mr. M chegar, colocava o CD Acústico Duplo MTV e pronto!

foto by @anaclaraflores

Espelho, espelho meu… que p**** é essa???

Sofro, esperneio e quase choro com umas irritações que tenho na pele. Sofro tanto que decidi procurar um dermatologista dos rycos e famosos competente para me ajudar (pelamordedeus). Ele me passou um tal de Retin-a Micro. Nunca tinha ouvido falar nele. Fui procurar na internet sobre ele, e pasmem, quase não há relatos de seu uso.

Não vou colocar foto porquê não sou obrigada não tá nada bonita minha pele, que um dia voltará a ser um pêssego. Então, para ajudar aqueles que estão usando o medicamento, decidi fazer meu Retin-a Micro Diary.

– Para começar o Retin-a Micro é uma forma do famoso Ácido Retinóico, ou Tretinoína, que nada mais é que uma forma oxidada da vitamina A.

Então, o que acontece com o medicamento é que enquanto o produto está em sua pele, ele penetra nos poros e os limpa. Então, as células mortas são empurradas para fora para que possa ser removida. Isso ajuda na prevenção da acne. Até aí, lindo e perfeito, até porque isso é na teoria né?! O que realmente aconteceu comigo (e com todos que usam) é que a tretinoína deixa sua pele super sensível, principalmente ao sol, luz, vela, fogo… Falou que é claridade, pode saber, sua pele irá sofrer.

Além da hiper mega ultra blaster ubber sensibilidade da pele à luz solar, ela também está hiper ultra (…) ubber seca, descamando e vermelha. Pronto. Se já chorava, esperneava e achava que Deus era o mais injusto do mundo comigo, agora, eu achava que meu dermato das celebs e dos rycos tava de sacanagem comigo, porque né?!

Aí, essa pessoa que vos fala decidi procurar na internet, onde tudo tem (menos relatos de uso de retin- a micro e a resposta de uma prova de direito de família), e não achei quase nada sobre relatos de gente como agente. Me desculpe as blogueiras fashionistas que amam postar sobre os produtos que receberam de amostra (La Roché, se quiser me mandar amostras, to precisando! Sério!!!), não dá prá confiar muito, afinal, você provavelmente não procurou o tratamento. Apesar de pouco tempo (1 semana), já é visível os benefícios que o produto tem trazido à minha pele. Ela já está mais lisinha, talvez por causa da sensibilidade, pois sabe-se que a pele está mais fina, sem muita proteção natural. Por isso, muito importante, o gel é usado somente

à noite, e logo, pela manhã limpe o rosto com o sabonete que seu médico deve indicar. Não inventem de passar por isso sem nenhuma acompanhamento médico. É loucura!

O uso do Retin-A Micro, automaticamente te OBRIGA a usar um protetor solar de alto fator (eu estou usando Anthelios XL – sun allergies 50+ SPF – creme teintee). Acho que meu dermato, que tá de sacanagem comigo, acha que sou muito branca. Na consulta, ele analisa minha cútis. Senta-se em sua grande e imponente cadeira, do outro lado de sua mesa de vidro, e dispara: “filha, você sabe que não pode tomar sol. Tem que fugir dele”. Sapiamente respondo “Sei sim Doutor. Não gosto muito de sol mesmo, sou daquelas que atravessa a rua para andar do lado da sobra”. Rispidamente ele responde “É… não parece”. Um nó na garganta se forma, eu tento desperadamente recompor me depois de tamanho INSULTO. Mas repenso. Ele estava certo. Ele me receita um protetor solar. Com cor. Para que, caso eu me ache muito branca (pálida, com certeza é assim que ele me quer), eu possa disfarçar com um protetor solar que cor. Só que não, não adianta nada. Ledo engano.

Então, bora lá fazer um apanhado geral do tratamento com Retin-A Micro

1 semana de uso:

1-      Pele sensível ao sol   –  checked

2-      Pele avermelhada  –  checked

3-      Pele seca  –  checked

4-      Pele descamando  –  checked

5-      Pele visívelmente mais lisa  –  checked

6-      Desespero para colocar 5 kg de base de maquiagem para desfarçar todos os efeitos colaterais acima  –  checked

7-      Protetor Solar, duas vezes ao dia  –  checked

Descobrindo Belo Horizonte – parte I

Há beleza em qualquer lugar. Fato. Mas e coisas interessantes? Vivendo em Belo Horizonte, carinhosamente chamada de Beagá, ou só BH mesmo, acho que perdi os olhos da beleza diante do longo tempo esquecida neste fim de mundo vivendo aqui.

Parei para pensar quais são as coisas que eu mais gosto em BH. A lista não foi muito extensa, nem muito interessante. Aí decidi acrescentar as coisas DE BH. Como assim? Produtos somente encontrados aqui, coisas nossas, nossas não. Minha!

Aqui, há um bucado de tempo (quase 100 anos) foi aberta uma fabrica pequenininha de doces, no bairro floresta chamada de Lalka. A fábrica foi aberta por um polonês, Henrik, que deu o nome Lalka (boneca em polonês) para essa marca que tem uma grande importância aos belorizontinos. Bala Lalka.

Ao pronunciar essas pequenas palavras, que soltas podem não significar muito, mas quando juntas, assim, uma após a outra, podem trazer um sorriso e uma alegria ao ouvinte. O locutor, noutro lado, ao pronunciar essas palavras, poderá salivar. A lembrança que estas palavras se remetem em nada tem de doces. Elas são azedinhas, cobertas por açúcar, que de tão azedinhas (e dependendo da quantidade que se levar à boca) pode chegar a machucar o céu da boca. E quem liga?

Hmmm bala Lalka. Compro 200g da balinha, e todos os dias, pelo menos uma vez, ingiro minha dose diária de céu azedo!

Image

God save the Queen!

E Deus está mesmo tomando conta da Rainha mais querida do mundo. 60 anos no poder. 60 anos. Mais do que o tempo que Silvio Santos está na frente do SBT!

A rainha Elizabeth, quando criança, era a terceira na linha sucessória. Seu avô era rei, seu tio seria o próximo e depois, somente depois viria ela. O tio da Rainha Elizabeth, o então Príncipe de Gales era bem jovem. O Rei faleceu quando a Rainha tinha 10 anos de idade, e seu tio o sucedeu, porém seu reinado, se é que possamos chamar assim, durou apenas um ano pois ele abdicou do trono para poder se casar com Wallis Simpson, americana, divorciada, o que havia gerado um grande incomodo com a família real (quem lembra do filme O discurso do rei). O pai da Rainha tornou-se rei. Em 1952, com a morte do pai, Elizabeth do Reino Unido.

E lá se vão 60 anos.

Pra quem estiver em Londres no dia 4 de Junho, haverá um grande show, em Buckingham, com presença de Shirley Bassey, Alfie Boe, Jools Holland, Jessie J, JLS, Elton John, Tom Jones, Lang Lang, Annie Lennox, Madness, Paul McCartney, Kylie Minogue, Cliff Richard, Ed Sheeran e Stevie Wonder.

Bom né?! Pelo que sei, os ingressos para a “área” de show já estão esgotados, mas acredito que as pessoas irão se dirigir (se aglomerar mesmo), nas redondezas, então se você estiver disposto a enfrentar tudo para ver Paul McCartney a rainha, vai fundo irmão!

Haverão diveeeersos eventos que valem a pena. O museu Victoria & Albert, por exemplo, tem, desde já, uma exposição com fotos da rainha durante sua vida. É legal, vale a pena ir.

Curiosidade

– Em Portugal, eles chamam a Rainha Elizabeth de Izabel. Acredito que no Brasil tenha mantido o nome “original” para não confundir com nossa Princesa Izabel. Faz sentido, né?!

– Acrônimos:

            HRH – His/Her Royal Highness

            TRH – Their Royal Highness

            HMS – His/Her Majesty Ship

Kick Off

Bola na rede é gol? Certo e óbvio né?! E quando não tem rede? E quando a trave tem um peculiar formato de Y? A bola é oval, os jogadores usam capacetes com grades na frente do rosto, protetores da parte superior do corpo (pad). Os jogadores nem sempre são os mais em forma, mas a forma física não significa que o talento é menor. O melhor jogador (na minha humilde opinião) que conheço não tem nada de magrinho.

Há alguns anos conheci, numa festa fadada ao fracasso alguns garoutos.  Eles logo falaram que jogavam FUTEBOL AMERICANO EM BELO HORIZONTE. Oh wait! Futebol americano (aquele que se usam as mãos) em Belo Horizonte? Não, não e não. No ovo de codorno que nasci e fui criada, as informações e novidades são espalhadas com uma velocidade proporcional ao à velocidade de um espirro. Como assim eu nunca havia ouvido falar naquele time? Minhas amigas e eu fomos convidadas a comparecer no próximo jogo dos meninos, final do campeonato mineiro. Imaginem qual não foi minha surpresa quando, naquela mesma noite, em um curto lapso temporal, descobri, não só que existia um time de futebol americano em Belo Horizonte, mas como havia, também, um campeonato mineiro. Isso significava que existia mais de um time. Levando em consideração que cada time tem, pelo menos 33 jogares, e para um jogo seriam necessários pelo menos 66, para haver um campeonato significaria ter, pelo menos, 132 jogadores de futebol americano jogando em Minas Gerais! Na boa, era muito para mim!

Mas então, fui ao jogo e, gostei. Havia aprendido um pouco das regras e no jogo, todo narrado, com as jogadas explicadas, pude ver que aquela pancadaria que imaginava foi a última coisa que percebi.

Virei fã número 1.

Comecei a ir em váááários jogos. Fiquei amiga dos meninos, os verdadeiros ogros-fofos, e sou uma daquelas que tenta, sempre que pode, ajuda-los: seja com patrocínio, com divulgação dos jogos, com puxões de orelha nos entusiastas do esporte modísticos (os que assistem só o Super Bowl, talvez por causa do show do intervalo hihihi).

Não tenho a intenção de criar aqui uma seção sobre o esporte (mentira, tenho sim), mas, além de tudo queria divulgar o esporte, e quem sabe, fazer com que os meninos consigam patrocínios com mais facilidade. Se, por dia, 250 pessoas virem o post por dia, em 4 dias, pelo menos 1000 pessoas saberão da existência da modalidade no país. (tá já sei que todo mundo sabe do jogo por causa da NFL, mas to falando do esporte praticado em terras tupiniquins).

Aqui tem um bando de Loco!! Loco locomotiva!!!

Au Pair – Updated

Quando fui para a Inglaterra a primeira vez, por um erro de informação do oficial de imigração que me informou que eu poderia trabalhar normalmente, procurei uma família e  aprendi muito. Tive SORTE em achar uma família assim. Ganhei na loteria! Mantenho contato com eles até hoje, e tenho muito carinho por todos!

Não digo que fui exceção à regra, mas sei de inúmeros casos de fraudes, de retenções de passaportes, e exploração.

Segundo o Home Office, existem algumas regras para se tornar uma au pair. “pessoa jovem de quaisquer dos países abaixo listados que desejam aprender inglês, poderá fazê-lo vindo ao Reino Unido para viver por no máximo 2 anos como membro de uma família que fale a língua inglesa morando aqui. De um/uma au pair é experado que ajude nos serviços de casa e tome conta das crianças por até 5 horas por dia, 5 dias por semana”.

Vamos frizar alguns pontos.

– primeiro você deve pertencer a algum país que tenha sido signatário de um tratado.

– você, se pertencer a este país, poderá ficar por NO MÁXIMO 2 anos.

– o trabalho esperado, apesar de falar de serviços domésticos, são sempre em relação às crianças e tarefas que o resto da família também faça. Ou seja, se só você passa aspirador de pó, lava as roupas, lava a louça, cozinha e passa roupas tem algo muito errado.

– o trabalho deve ser de no máximo 5 horas por dia, no máximo 5 dias por semana.

No site do Home Office os países listados são: Andorra, Bosnia-Herzegovina, Bulgária, Croácia, The Faroes, Macedônia, Mônaco, Romênia, San Marino, Turkia e Groelândia.

“Mas Dona Miss Cherry, e se eu tiver cidadania européia?”

Simples. Você poderá entrar na Inglaterra NORMALMENTE e lá resolver os trâmites para virar au pair. Mas se não for de nenhuma nacionalidade acima listadas (européia – leia-se país integrantes da União Europeia – ou da lista acima) você será ilegal!

Sobre as agências, não posso falar muito delas. Me cadastrei em um site, que não consegui achá-lo. Então meu conselho é nunca pague nada que eles peçam. Peça fotos, faça video chat com a família, pergunte, indague… Jogue o nome das agências no google, procure reviews.

—- Mais informações http://www.homeoffice.gov.uk