Ahhh como eu queria.

Queria não ter que despedir tanto do Mr. M. Queria que o aeroporto não me remetesse lembranças e lágrimas de partidas. Queria poder chegar em casa e sentir o perfume do shower gel dele impregnando cada cômodo. Queria acordar no meio da noite e recuperar meu travesseiro que fora sorrateiramente surripiado de debaixo da minha cabeça.

Queria tantas coisas, mas infelizmente não as posso tê-las no momento. E por não tê-las, como prêmio de consolação, tenho um relacionamento tranquilo, sem discussões, sem problemas, com ambos os lados abrindo mão de algo pelo outro. Tenho o privilégio de ter meu melhor amigo como meu parceiro para todos os momentos.

Quão bizarro seria se eu dissesse que já acordei no meio da noite, e obviamente acordei Mr.M também, para que ele me explicasse como funcionava buracos negros. Ele pacientemente sentou-se na cama, acendeu o abajur e me explicou, da maneira mais simples, de forma que eu poderia entender, o que era.

Anúncios

He’s here!

Ainda não me acostumei com a presença dele aqui. Mr. M chegou domingo passado, e durante toda a semana tive que trabalhar. Minhas férias começam na segunda feira.

Minha rotina não pode ser muito alterada: de casa pro trabalho, do trabalho para a academia, e de lá, finalmente para minha casa novamente.

Assim que entro em casa, o perfume do seu shower gel impregna o ar. De uma maneira muito gostosa. Ao me aproximar de meu quarto, vejo o sentado, com um sorriso cheio de satisfação, ao me ver.

Todos querem vê-lo. Ficar em casa está sendo uma missão impossível. Nem ligo.

Mr. M está em BH, comigo.

20120811-125217.jpg