58.

Hoje teria cabelos grisalhos, talvez precisaria de usar óculos para ler as letrinhas miúdas. Acredito que, com essa idade, estaria trabalhando numa área administrativa, ou quem sabe pegando as rotas internacionais. Sei que competência jamais seria um problema para você.

Sei que duvido que esta casa estaria assim: cada um no seu canto, vendo Fantástico. Ela estaria cheia de gente, comemorando mais um ano de vida de alguém tao amado como você. Posso ate imaginar todos ao redor da mesa, cantando parabéns, e você, me chamando para ficar ao seu lado, ignorando meu pavor de cantar parabéns. Me chamaria de leitoinha na frente de namorados, me proibiria de frequentar lugares, e por micro segundos o odiaria mais que tudo nessa vida, mesmo sabendo que num piscar de olhos voltaria a ama-lo incondicionalmente, como já o faco, a tanto tempo.

Ah, que falta você faz. Muita falta. Sinto falta, muita falta, infelizmente, de algo que não me lembro. 

No dia de hoje, tudo que eu mais queria na vida, era poder estar ao seu lado, na mesa de bolo, compartilhando da celebração de sua vida! 

Paizinho! Que você continue me iluminando, trazendo luz pra minha vida! 

Anúncios

Um pensamento sobre “58.

  1. Caceta… Sempre que vc escreve sobre ele eu fico todo bagunçado aqui também. Vc sabe o porquê.
    Não tem jeito… isso não vai passar nunca.
    Parabéns pra ele.
    bjo grande, querida!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s