A culpa é minha e a coloco em quem quiser

Volta e meio me deparo lendo comentários nos sites de notícias. Normalmente me quedo inerte diante de tamanha ignorância daqueles que comentam. Há tanto ódio, falta de informação, pessoas que insistem em usar uma viseira de burro, sem se permitir uma nova visão, que prefiro guardar qualquer comentário que tenha vontade de fazer.

Recentemente, fui ler um artigo sobre casas em Liverpool, que estão sendo vendidas a £1.00 (cerca de R$3,00) porém o comprador deverá ter habilidades de “DIY”, ou seja, para adquirir as casas a preço de banana, o adquirente deverá reforma-la, seguindo alguns padrões de qualidade.

Aí, fui aos comentários. Houve um comentário que me chamou atenção. Nele o cidadão alega que os pobres culpam os mais pobres por serem pobres (pelo fato do governo ter que dar alguns benefícios e não poder colocar esta verba para moradia). Deveriam ser culpados, segundo ele, os ricos proprietários e patrões por colocarem os preços tão altos das moradias e por pagarem salários tão baixos.

Me bateu aquela preguiça que tenho quando me deparo com um revolucionário anticapitalista. Ingleses tem essa mania de culpar a classe mais rica. Não é de hoje. Acho que essa visão é herdada de pai para filho, iniciada logo após o direito de sindicalizar, em 1824. Os sindicalistas eram veementemente contra a aristocracia, que sua vez, detinha em suas mãos as fábricas, e logo eram os patrões dos sindicalizados. Uma visão, talvez correta, naquela época, e talvez até inicio do século passado, em busca de condições de trabalho frente à ávida fome de lucro dos patrões. Os mineiros e peões de fábricas não dispunham de condições dignas de trabalho, uma época que começaram a ser instituídas leis que obrigavam os locais de trabalho de risco a terem algum equipamento de segurança. Mas manter essa mesma visão hoje?

Oke, não há que discutir que os donos, os patrões, são ávidos cada vez mais por lucro, dinheiro. Mas quem não é? Você trabalha para ficar pobre?

No caso da falta de moradia, por exemplo, é sensato culpar os proprietários por cobrarem um valor alto pelos imóveis? Você compra se quiser. Livre negociação, preceito protegido em muitas constituições e códigos civis ao redor do mundo. A casa está cara? Procure outra! Procure meios de poder arcar com aquele gasto, se você quiser.

O que não dá é ficar culpando a classe rica por seus infortúnios.