Nao tá tao ruim

Há muito tempo eu não me sinto tao bem. Os acontecimentos e reviravoltas dos últimos meses me tiraram da trilha, me mandando sem dó pro acostamento. Demorei a conseguir tomar a direção, e voltar a pista. Já na pista, precisei de um momento para dar aquela respirada e fazer o coração parar de pulsar tao rápido e desesperado.

Agora, com o coração calmo, com as mãos no volante, o pé firme no acelerador, e tentando lembrar das primeiras aulas de direção  quando meu instrutor, Gracimar, me mandava fazer a dança do pescoço, e olhar freneticamente os espelhos retrovisores, começo a avançar no caminho.

Óbvio que a lembrança do acostamento, e do motivo que me fez parar lá ainda me assombra, mas ai olho nos retrovisores, aumento o som, coloco na música Jump in the pool de Friendly Fires (apesar de preferir a versão de Lenka), e sigo. Pelo menos por mais alguns momentos, eu to livre daquele assombro.

A cada parada, seja por motivos de falta de combustível, por uma placa de pare, um sinal vermelho, confiro os espelhos, e freio, delicadamente, evitando trancos. Trancos podem machucar e causar acidentes. As vezes, quando com carro parado, olho pros lados, pra ver se te alguém interessante. Pessoas interessantes aparecem nos momentos mais inesperados. Quem nunca paquerou (ainda se fala isso?) no transito? Ou na fila do Mc Donald’s?

Sei que o acostamento faz parte de qualquer pessoa que se arrisque nessa estrada do amor, e apesar do arranhão na lateral, e uma pequena empenada na roda dianteira esquerda, bastou dar uma arrumadinha, deixando na oficina por alguns dias (talvez semanas… meses – tudo depende do estrago e da falta de peças), e você estará pronto para pegar a estrada novamente.

E é nela que eu me encontro. Já prevejo uma blitz aqui ou ali. Um pneu furado. E muitas viagens (sua locaaaaaaa, você não tem juízo não? Vai arrumar viagens longas novamente?). Pelo menos dessa vez, as viagens podem ser de carro!

Com meu adesivo “dirigido por mim e guiado por Deus”, tento seguir. Mas agora, num momento feliz, contente, e me sentindo muito bem.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Nao tá tao ruim

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s