Boxing Day – brazilian style

Heeeeyyy sexy laaaddieeee,

Brasileiro adora importar tradições de outros lugares, ainda mais se for com intuito comercial. Há pouco tempo, o Black Friday foi um estouro de vendas (e reclamações). No Black Friday de 2012, houve um aumento de 386% nas vendas online comparado a um dia comum (Não Penteio Cabelo é cultura fia!!!). Eu não cai nessa.

Agora, para minha surpresa, eles importaram o Boxing Day. Wohooo mais um dia de compras desenfreadas e inúteis!

Acontece que o Boxing Day nunca foi INICIALMENTE um dia para se esbaldar nas lojas!

O Boxing Day se trata de uma data especial, que é celebrada no dia 26 de dezembro. Há relatos de comemorações da data desde 1663.

Na Grã Bretanha (não me canso de pensar Bretanha, Bretanha, Bretanha… mas que nome mais ordinaáááááário), havia o costume de entregar “caixas de natal” a trabalhadores, como forma de agradecê-los pelo bom serviço apresentado durante o ano. Essa tradição é relacionada a outra que dizia que os serviçais tinham que esperar pelos mestres no dia de natal, só podendo visitar a família no dia seguinte. Os mestres, então, davam aos serviçais uma caixa com presentes, bônus, e algumas vezes incluíam sobras de comida.

Bammmmm. Eles importam uma tradição que é basicamente mostrar certa gratidão àqueles hierarquicamente subordinados e transformam numa corrida insana de compras. (estou no meu momento egalité, fraternité, liberte então não vou comentar que euzinha já pesquisei em todos os sites de descontos, no asos.com, dorothyperkins.co.uk, next.co.uk, newlook.com e accessorize.co.uk)

Abaixo segue fotos do boxing Day, ontem, que ocorreu na minha saudosa maloca Londres.

Boxing day – Londres

Boxing day – Londres (poor shop attendant)

Boxing Day – Londres (correeeee tiaaa)

 

 

Cath Kidston

Vou falar dessa lojinha que abriu aqui em Chichester, mas que tem na Inglaterra toda. A Cath Kadiston é uma lojinha que vende cacarecos. Quase tudo que você imaginar, vende lá. Roupas, acessórios, bolsas, sacolas, kits de costura, roupa de cama, pijama, panela, jogo de chá, de copos, luvas para forno, cortinas e até papel de paredes. Admito que não é uma lojinhas que os maridos/namorados/filhos (homens) gostam de ir, até porque não tem jeito de entrar, dar aquela olhada e sair. Você vai fuçar, tentar achar alguma bagatela… Coisas de mulher.

Vale a pena visitar. A loja traduz todo o estilo english country de ser. Florzinhas, delicadeza, mulherzinha.