Espelho, espelho meu… que p**** é essa???

Sofro, esperneio e quase choro com umas irritações que tenho na pele. Sofro tanto que decidi procurar um dermatologista dos rycos e famosos competente para me ajudar (pelamordedeus). Ele me passou um tal de Retin-a Micro. Nunca tinha ouvido falar nele. Fui procurar na internet sobre ele, e pasmem, quase não há relatos de seu uso.

Não vou colocar foto porquê não sou obrigada não tá nada bonita minha pele, que um dia voltará a ser um pêssego. Então, para ajudar aqueles que estão usando o medicamento, decidi fazer meu Retin-a Micro Diary.

– Para começar o Retin-a Micro é uma forma do famoso Ácido Retinóico, ou Tretinoína, que nada mais é que uma forma oxidada da vitamina A.

Então, o que acontece com o medicamento é que enquanto o produto está em sua pele, ele penetra nos poros e os limpa. Então, as células mortas são empurradas para fora para que possa ser removida. Isso ajuda na prevenção da acne. Até aí, lindo e perfeito, até porque isso é na teoria né?! O que realmente aconteceu comigo (e com todos que usam) é que a tretinoína deixa sua pele super sensível, principalmente ao sol, luz, vela, fogo… Falou que é claridade, pode saber, sua pele irá sofrer.

Além da hiper mega ultra blaster ubber sensibilidade da pele à luz solar, ela também está hiper ultra (…) ubber seca, descamando e vermelha. Pronto. Se já chorava, esperneava e achava que Deus era o mais injusto do mundo comigo, agora, eu achava que meu dermato das celebs e dos rycos tava de sacanagem comigo, porque né?!

Aí, essa pessoa que vos fala decidi procurar na internet, onde tudo tem (menos relatos de uso de retin- a micro e a resposta de uma prova de direito de família), e não achei quase nada sobre relatos de gente como agente. Me desculpe as blogueiras fashionistas que amam postar sobre os produtos que receberam de amostra (La Roché, se quiser me mandar amostras, to precisando! Sério!!!), não dá prá confiar muito, afinal, você provavelmente não procurou o tratamento. Apesar de pouco tempo (1 semana), já é visível os benefícios que o produto tem trazido à minha pele. Ela já está mais lisinha, talvez por causa da sensibilidade, pois sabe-se que a pele está mais fina, sem muita proteção natural. Por isso, muito importante, o gel é usado somente

à noite, e logo, pela manhã limpe o rosto com o sabonete que seu médico deve indicar. Não inventem de passar por isso sem nenhuma acompanhamento médico. É loucura!

O uso do Retin-A Micro, automaticamente te OBRIGA a usar um protetor solar de alto fator (eu estou usando Anthelios XL – sun allergies 50+ SPF – creme teintee). Acho que meu dermato, que tá de sacanagem comigo, acha que sou muito branca. Na consulta, ele analisa minha cútis. Senta-se em sua grande e imponente cadeira, do outro lado de sua mesa de vidro, e dispara: “filha, você sabe que não pode tomar sol. Tem que fugir dele”. Sapiamente respondo “Sei sim Doutor. Não gosto muito de sol mesmo, sou daquelas que atravessa a rua para andar do lado da sobra”. Rispidamente ele responde “É… não parece”. Um nó na garganta se forma, eu tento desperadamente recompor me depois de tamanho INSULTO. Mas repenso. Ele estava certo. Ele me receita um protetor solar. Com cor. Para que, caso eu me ache muito branca (pálida, com certeza é assim que ele me quer), eu possa disfarçar com um protetor solar que cor. Só que não, não adianta nada. Ledo engano.

Então, bora lá fazer um apanhado geral do tratamento com Retin-A Micro

1 semana de uso:

1-      Pele sensível ao sol   –  checked

2-      Pele avermelhada  –  checked

3-      Pele seca  –  checked

4-      Pele descamando  –  checked

5-      Pele visívelmente mais lisa  –  checked

6-      Desespero para colocar 5 kg de base de maquiagem para desfarçar todos os efeitos colaterais acima  –  checked

7-      Protetor Solar, duas vezes ao dia  –  checked

Anúncios